Volverine

00000000

J. M. de Barros Dias

Volverine nasceu numa ninhada de muitos. Iria para a adoção, decidiu a pragmática dona. A mãe de Volverine, amante desalmada em telhados e vielas da vizinhança, era uma parideira que, várias vezes por ano, despejava no planeta lotes generosos de bichanos.

Volverine viu sua foto aqui e ali. Até o padre, na missa de domingo, anunciou o pobre Volverine. Ele estava condenado à adoção. Madames e criancinhas sem porvir avaliaram Volverine: ele não era de raça pura, os bigodes não eram fartos, mais isto, mais aquilo, tudo eram argumentos para não levar Volverine para o novo lar. Em desespero de causa, Volverine rezou a Deus para que o Criador intercedesse por ele. Mas nada. O deus dos gatos não escutou Volverine. Santo Antônio escutou.

Certo dia, ainda o Sol era um menino, a dona de Volverine meteu o infante numa caixa de sapatos, com pequenos orifícios.

– Ai, ai, tadinho de mim!, ciciou Volverine, temeroso que a humana criatura o levasse para o penhasco, onde ele iria ter o destino dos filhos indesejados de Esparta.

Não foi assim. A viagem de Volverine durou muito, foi imensa, naquele breu medonho da caixa de cartão. Foi tão grande aquela jornada que teria dado tempo para Volverine beber umas trinta porções de leite, com muito rom-rom à mistura…

Um sítio! Como aquilo era grande, maior até do que o próprio mundo! E tinha árvores, e criaturas, e mistérios sem fim! Lá, acolhido por um casal de humanos em acordo entardecente com a vida, Volverine foi cuidado com o carinho com que uma mãe faz a trança à filha.

Volverine viveu uma vida feliz e teve uma descendência farta, toda ela abençoada. Teve, até, tempo para aprender a distinguir as galinhas dos coelhos. Explorou os mistérios mais recônditos de algumas casas do João de Barro e dominou a arte de dormir a sesta à sombra das vacas que por ali existiam.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s